27 de abril de 2016 Agência M.SEO
Compartilhe...
Share on Facebook94Tweet about this on TwitterShare on Google+2Share on LinkedIn0

Inbound Marketing – Como Usa-lo a Seu Favor?

Vivemos em uma mudança frequente de hábitos e costumes, e com isso o consumidor também está mudando, por isso é preciso novas estratégias de Marketing Digital para atrair esse público, que a todo tempo está lendo, procurando, buscando comprar algo, tudo ao mesmo tempo.

A todo momento estamos sendo bombardeados com banners, produtos, pop-ups,” cadastre-se aqui”, “ali”, “clique aqui”, e a cada dia a nossa caixa de spam cresce mais, mesmo não clicando e se cadastrando em nada. Obviamente ninguém gosta desse tipo de abordagem do papel do marketing, o que muitas vezes acaba mais distanciando o consumidor do que aproximando.

O Inbound é uma forma inovadora, criativa, e muito bem pensada para gerar “Brand-Lovers” nas redes sociais. E não estamos falando de conteúdo fútil, e sim conteúdo de marketing que seja útil para aquele determinado público alvo, na hora certa com a proposta certa. Proposta em que o consumidor vai se interessar e acabar clicando, e eventualmente compartilhando com pessoas dentro do mesmo status dos dela, consumidores potenciais. Sendo ele a melhor forma de transformar estranhos em clientes e promover um negócio.

Guia de Inbounding Marketing

O principal objetivo do Guia Inbounding Marketing é combinar a criação com automação de marketing e transformar estranhos em Leads, Leads em clientes e clientes em divulgadores. Com as seguintes etapas:

  • Lugar
  • Tempo
  • Conteúdo

Quando o conteúdo é publicado no lugar certo, na hora certa o conteúdo de marketing se torna relevante para aquele que o lê, e não interrupto. Por isso as pessoas prestam recebem melhor a informação.

Para isso é preciso compreender e trabalhar cinco princípios do marketing, sendo eles:

  • Marketing de Conteúdo: Produzir conteúdo que seja direcionado para as pessoas certas, definindo as “personas” que irão comprar e que tipo de conteúdo ela consome, onde e como consome esse conteúdo. Muito utilizado nos buscadores Google.
  • Ciclo de Compra: Depois de definido qual o seu público alvo e que tipo de conteúdo eles consomem, é preciso criar um ciclo de compra para cada uma delas. Para entender o que esse “estranhos” consomem, interagir com ele no status que se encontram, e avançar para o “funil de conversão, para que se tornem clientes.
  • Personalização: Quanto mais você souber sobre os seus Leads, mais você irá interagir com eles no momento certo e com o conteúdo que eles realmente gostam de receber, tratando cada um com prioridade, questionando seus anseios quanto ao seu produto ou serviço.
  • Multicanais: É importante entender quais os canais necessários para alcançar as pessoas certas e gerar os leads certos, pois para interagir com as pessoas no momento certo isso pode vir de vários canais, por exemplo o Facebook, Google, Blogs e etc.
  • Integração: Para o planejamento obter sucesso, é preciso uma integração de tudo isso. Tendo todo o conteúdo divulgado mensurado e analisado com precisão para que a personalização seja mais eficiente.

Inouding Marketing Ferramentas

Para gerar conteúdo que atraia a atenção dos clientes é necessário a combinação das Inbouding Marketing Ferramentas, que são necessárias realizar quatro importantíssimas etapas, onde cada uma delas possui uma combinação de estratégias, sendo elas:

Etapas do Inbounding Marketing

1. Primeira Fase: Atrair

Atrair qualquer pessoa para o site não gera resultados, é preciso atrair as pessoas certas. Para isso é necessário gerar um tráfego qualificado, focado em atrair as pessoas que julgamos ser o público qualificado para se tornar um Lead e posteriormente um cliente. Onde um estudo meticuloso é realizado pelos seguintes meios:

  • Blog: Não há outro meio mais correto para atraia um visitante do que um blog que produza conteúdo de qualidade. Onde se baseia na “Personas” criadas, educando-as tirando suas dúvidas e conquistando o seu respeito e admiração.
  • Social Media: O Brasil é o País onde o internauta passa mais tempo em redes. Sendo o Facebook a principal delas. Porém não quer dizer que ela sempre será a melhor opção para o seu público, por isso é preciso entender onde o seu público está e interagir a partir do conteúdo certo para cada rede.
  • SEO: O trabalho de SEO é o que busca dar vida a um Website. É a partir desse elemento que você consegue ser buscado pelos seus leitores. Por isso é considerado o oxigênio do Marketing, sem ele não há procura, ou seja, não há vida.
  • Leading Pages: Essa página é parte essencial do ciclo de compra. Ela precisa ter o conteúdo certo e conseguir passar as informações necessárias para que os estranhos avancem em seu ciclo de compra. Quando pesquisar por algo relacionado será dirigido para sua página.
  • Converter: Às vezes sua empresa até tem um trafego bom, porém não gera muito Leads. Por isso é preciso converter esses visitantes em leads, adquirindo suas informações, tendo o e-mail do lead para iniciar o processo de conversão. É necessário então desenvolver algumas estratégias para qualificar esse público e conduzir os visitantes a leads.

2. Segunda Fase: Converter

Agora que você já possui volume de visitantes em seu site, tem que fazer com que esses visitantes se tornem verdadeiramente um Lead. Captando o e-mail dele e o máximo de informações possíveis, oferecendo algo em troca de acordo com o interesse e o momento de cada persona. Sendo as principais práticas utilizadas:

  • Calls-To-Action: São botões ou links que tendem a incentivar os visitantes tomarem certas decisões, como realizar um download, agendar uma consulta gratuita, ou se cadastrar para adquirir um conteúdo oferecido. Gerando Leads.
  • Landing Pages: Ao clicar no Call-To-Action automaticamente o visitante será encaminhado para um Landing Page. Ali é o local aonde a oferta do Call-To-Action é finalizada. Fazendo que na hora da finalização, a empresa consiga algumas informações do visitante para realizar um contato posterior.
  • Formulários: Os formulários são encontrados nas Landing Pages para serem preenchidos pelo visitante no ato de conclusão do Call-To-Action. Onde são baseados nas informações que a empresa quer sobre o visitante, de forma de se tentar transforma-lo em um cliente fiel.
  • Fechar No processo de fechamento é onde ocorre a transformação dos leads em consumidores. Que se dá devido a nutrição que a empresa faz ao contatar o consumidor, através de um e-mail marketing.
  • E-mail:Na maioria das vezes, os Leads gerados por uma empresa não estão prontos para realizar a compra ao terminar de preencher um formulário. Sendo um oportunidade de criar e-mails para os leads gerados, entregando conteúdos relevantes, onde mostrem o valor do serviço ou produto.
  • Workflows: Quando se cria Workflows você simplifica o processo de automatização das várias ações de marketing. Pois cada Lead possui uma necessidade diferente, podendo mudar com o tempo. Porém o seu Lead ao fazer um download, esse Lead passará a receber várias informações sobre as redes sociais e Facebook, só que visitando muitas páginas dentro do seu site.

3. Terceira Fase: Fechar

Agora que já convertemos os visitantes em Leads, já é possível ter a nossa principal forma de contato, o e-mail. Ai que vem a parte de transformar o Lead em cliente. Mas como fazer isso?> É só utilizar as ferramentas certas, no momento certo. Como:

  • CRM: De forma fácil, organizada e acessível todas as informações detalhadas sobre o seu Lead, como: contatos, cargo e empresa que trabalha, e a fase do “funil de vendas” que o mesmo se encontra
  • Relatório de Encerramento do Ciclo de Venda: É aqui que você sabe que seus esforços de marketing realmente estão dando resultado, e quais são seus melhores Leads. Sua equipe seleciona os melhores Leads para se tornarem clientes. Com essa integração do sistema de CRM, permite que você analise todos os dados fazendo com que sua equipe de marketing trabalhe de forma integrada e efetiva.
  • E-mail: O que fazer quando o cliente preenche seus Landing Pages para alguma forma, porém não vira cliente? É aí que o e-mail vem fazer o seu papel, oferecendo conteúdos de utilidade e relevância, criando confiança e autoridade com seu Lead, ajudando-o a se informar e até ficar mais preparado para a compra.
  • Automação de Marketing: É o processo que envolve a criação de e-mails, marketing e nutrição de Leads, que vão diretamente ao encontro às necessidades dele.

4. Quarta Fase: Encantar

Agora que já sabe a importância de estar sempre preocupado em nutrir seus Leads com conteúdo relevantes, sabe-se que não é apenas nutrir, mas sim dar a assistência que aquele que paga todo mês pelo seu serviço ou produto não te esqueça!

Pois a intenção disso tudo é sempre deixar seus clientes felizes e satisfeitos. Por isso se pode realizar um Upsell em seu contrato, até para promover sua empresa/serviço/produtos. Para isso separamos algumas das ferramentas mais usadas para encantar seus clientes:

  • Pesquisa de Satisfação:Não tem jeito melhor de saber o que seu cliente quer a não ser perguntando, não é mesmo?! Por isso usar um feedback às pesquisas é um ótimo modo de garantir que você está alcançando o grau de satisfação que ele precisa.
  • Smart Calls-To-Action: É a ferramenta que personaliza os CTAs do seu site de acordo com o Buyer persona e a fase do funil de marketing em que se encontra.
  • Smart Text: Com esse recurso você pode personalizar de forma automatizada o conteúdo do seu site para os interesses e desafios de quem está navegando, ajudando seus clientes a atingirem suas metas e apresenta-los a novos serviços/produtos que vá interessa-los.
  • Monitoramento das Mídias Sociais: É aqui que acontecerá as conversas que mais nos interessam. Ouvir os seus clientes! É aonde deixarão dúvidas, comentários, curtidas, e insatisfações. E o seu papel é estar sempre engajado, respondendo e oferecendo conteúdos relevantes às questões abordadas.

Sendo assim o Inbouding Marketing é oficialmente a maior tendência do marketing digital, é a estratégia mais adequada atualmente no universo do marketing, e não demorará muito para se tornar o principal método para atrair visitantes. Depois de passar por toda uma jornada do processo de compra do cliente, desde uma pequena visita até se tornar um cliente fiel, o Inbound é de extrema importância para trazer audiência online para o seu terreno, site, blog até atacar todas as etapas do processo de compra. Principalmente em tempos de crise, onde para pequenas e médias empresas é importante investirem o dinheiro em algo que traga resultados duradouros.

Compartilhe...
Share on Facebook94Tweet about this on TwitterShare on Google+2Share on LinkedIn0

Comentários

comentários