Saiba o Que é e Como Tirar Proveito da Ferramenta Web Push Notification

É cada vez mais comum o envio de notificações de sites para seus usuários por meio dos navegadores Google Chrome e Firefox. Conhecidas como Web Push Notification, seu objetivo é criar um engajamento maior e fazer com que os usuários sempre saibam quando um novo conteúdo foi lançado, de modo a consumi-lo rapidamente.

A web push notification é originada dos aplicativos mobile, que avisam os usuários sobre determinadas ações e atividades, como o recebimento de um e-mail em sua caixa de entrada, uma curtida ou comentário em uma publicação do Facebook ou o lançamento de um novo vídeo em um canal do YouTube que você é inscrito.

Quando a Web Push Notification Começou a Ser Utilizada

A implementação do push website começou pelo Google Chrome, no mês de março de 2016. No início do mesmo ano, o Firefox passou a suportar esse tipo de notificação, que hoje em dia também funciona no Opera, no Microsoft Edge e no Safari.

Por mais que se trate de uma possibilidade recente, a web push notification é excelente para captar e fidelizar clientes. Saber como utilizá-la é fundamental para ter melhores resultados e garantir uma experiência de uso bastante interessante.

As Web Push Notification Possuem o Mesmo Objetivo do E-mail?

Não. Esses dois canais são independentes e têm finalidades diferentes. Enquanto as notificações são mais curtas e diretas e devem passar a mensagem desejada ao cliente com no máximo 100 caracteres, os e-mails possibilitam um contato mais aprofundado e abrangente.

Ao conhecer bem seu público-alvo, será possível traçar o objetivo esperado com o uso do push website, como tráfego, conversões ou branding, por exemplo. Confira algumas sugestões de uso dessa ferramenta:

  • Novidades – esse pode ser um canal interessante para a distribuição dos conteúdos gerados por seu site. Assim que conteúdos ricos forem lançados, uma web push notification pode ser enviada para redirecionar os visitantes a uma landing page e captar mais um lead;
  • E-commerce – é possível fazer uma segmentação que envie uma notificação a usuários que interromperam sua navegação no carrinho. Ao receber essa notificação, eles podem ser motivados a concluir o processo;
  • Atualizações – atualizações de todos os tipos podem ser enviadas através dessas notificações. No caso de um restaurante que aceita pedidos online, por exemplo, pode ser enviado um push website para que o usuário saiba o momento que seu pedido está pronto.

Como Enviar Uma Web Push Notification?

Qualquer pessoa que tenha conhecimento intermediário em HTML e Java Script pode configurar a ferramenta utilizada para o envio das notificações, já que é necessário inserir algumas linhas de código no site ou instalar um plugin, caso a plataforma utilizada seja o WordPress.

Para que o usuário receba as notificações, é armazenado um cookie em seu navegador. Todos esses usuários compõem uma lista que pode ser importada ou exportada para outras ferramentas, embora seja necessário fazer uma configuração específica no código GCM.

Opt-In

As inscrições através do push website podem ser coletadas por dois métodos diferentes: pelo opt-in nativo do navegador ou por uma ferramenta específica, métodos que possuem características diferentes.

Opt-In do Navegador

Até o momento, o opt-in do navegador não pode ter seu texto editado e imagens não podem ser inseridas, embora seja bem provável que isso mude com o passar do tempo. Além disso, para que essa possibilidade funcione, é preponderante que o protocolo HTTPS do site esteja configurado.

Opt-In da Ferramenta

Essa opção também pode ser utilizada por sites que não tenham o protocolo HTTPS configurado. Porém, a adição de mais um passo para a conversão faz com que sua taxa seja menor do que o opt-in nativo.

As notificações podem ser enviadas manualmente, através de agendamento ou por integração com o RSS, possibilidade que faz com que o envio seja automatizado. As características de uma web push notification são as seguintes:

  • Título com máximo de 48 caracteres;
  • Conteúdo da mensagem com máximo de 100 caracteres;
  • URL da página de destino (landing page);
  • UTM, parâmetros que possibilitam o acompanhamento dos resultados no Google Analytics.

Outras opções avançadas também podem ser implementadas, como imagens, auto-hide na notificação, agendamento das publicações e sua segmentação.

Futuro das Notificações Push Website

Toda nova tecnologia ou ferramenta que aparece na Internet começa aos poucos, e as melhores passam a apresentar um ritmo de crescimento muito grande e, consequentemente, a ter mais destaque. Como a web push notification permite captar mais leads, a probabilidade de que ela se torne um dos principais métodos com essa finalidade é muito grande. Por isso, quem passar a implementá-la tenderá a apresentar excelentes resultados e superar a concorrência.

Os comentários estão encerrados.